Twitter Updates



     
    Espalhe por aí                  Visualizações: 381


    04/05/2018 às 10:44:16
    Procon Rio Pomba alerta para novas diretrizes das taxas de juros do cartão de crédito

    créditos:

    O Procon Rio Pomba esclarece os consumidores sobre as novas diretrizes das taxas de juros dos cartões de crédito determinada na semana passada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) e que entrará em vigor a partir de 1 de junho. 

    Desde o mês de abril de 2017, quem não efetua o pagamento da fatura integral do cartão só pode passar 30 dias no rotativo (pagamento mínimo). Caso não efetue o pagamento total após esse período, o valor em atraso será financiado pela instituição financeira.

    Uma das principais mudanças é o fim da regra que fixou o pagamento mínimo das faturas em 15% do valor total. A partir de agora, cada banco ou empresa poderá definir um percentual de pagamento mínimo para cada cliente, de acordo com o perfil e relacionamento com a instituição.

    Outra determinação acaba com a possibilidade de cobrança de duas taxas de juros diferentes para quem deixa de pagar a fatura total: a do rotativo "regular"; e a do rotativo "não regular". Até agora, o cliente que pagava menos de 15% da fatura migrava para o crédito rotativo não regular, que cobra juros mais altos. Quem pagava a partir de 15% e menos que 100% passava para o rotativo regular, com taxas mais baixas.

     

    Veja como fica:

    Pagamento Mínimo

    · Como é hoje - Existe a previsão de um pagamento mínimo, fixado em 15% do valor da fatura, que os clientes precisam quitar para não serem considerados inadimplentes.

    · A partir de junho – Instituições financeiras vão ter liberdade para definir o percentual do pagamento mínimo, que pode inclusive ser diferente para cada cliente.

     

    Rotativo e juros

    · Como é hoje – Clientes que não quitam o total da fatura, mas pagam pelo menos o valor mínimo, entram no chamado rotativo regular, com juros mais baixos. Quem pagar menos que o mínimo ou não pagar a fatura, entra no chamado rotativo não regular, com juros mais altos.

    · A partir de junho – Instituições ficam proibidas de praticar duas taxas diferentes e terão que cobrar os juros do rotativo regular, tanto para o cliente que pagou o mínimo da fatura quanto para aquele que não pagou nada.

     

    O Procon Rio Pomba se coloca à disposição para esclarecimento de dúvidas. #JuntosPodemosMais

    COMPARTILHE O LINK DA MATÉRIA